Pesquise neste blog / Search in this blog

Carregando...

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Paul Butterfield Blues Band - 1967 - The Resurrection Of Pigboy Crabshaw

Esse é pra quebrar o jejum que já durava quase seis meses. Sem tempo para postar... Paul Butterfield Blues Band é para quem gosta de blues, daqueles bem feitos, que energizam o corpo enquanto afagam o coração. Não é bem rock psicodélico, mas acho que vale pela preciosidade. Paul Butterfiled, o frontman e dono da banda, é um cara de Chicago que desenvolveu um estilo único e original de tocar gaita, abrindo assim muitas portas para os músicos de blues tradicional. Foi um dos responsáveis por fazer americanos brancos ouvirem blues elétrico. Quem prestar atenção vai perceber toques de psicodelia, rock and roll e jazz. Na banda, feras como Michael Bloomfield e Elvin Bishop. Gravaram cinco discos (este é o terceiro) na segunda metade dos anos 1960, estiveram no festival de Woodtstok, mas no início da década seguinte Paul teve que se retirar por problemas de saúde (e de drogas, claro). Depois ainda gravaram alguns discos, com outras formações, mas nada se compara a esta pérola de 1967.

Tracklist:
1. One more heartache (3:20)
2. Driftin' and driftin' (9:09)
3. Pity the fool (6:00)
4. Born under a bad sign (4:10)
5. Run out of time (2:59)
6. Double trouble (5:38)
7. Drivin' wheel (5:58)
8. Droppin' out (2:16)
9. Tollin' bells (5:23)

Um comentário: