Pesquise neste blog / Search in this blog

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Donovan - 1966 - Sunshine Superman


Lá pela metade dos anos 60, Donovan surgiu na cena musical como uma espécie de resposta britânica a Bob Dylan. Uma comparação equivocada, já que o bardo escocês tinha personalidade própria e estava absolutamente ligado ao movimento pop-folk. Enquanto Dylan apostava em canções introspectivas, Donovan mergulhava de cabeça no otimismo do flower power, com seus climas etéreos e radiações místicas.

Na minha opinião, as músicas de Donovan Leitch conseguem capturar o espírito da era psicodélica. Muito talentoso, o rapaz! "Sunshine Superman" é o terceiro LP do mestre, o primeiro pela gravadora Epic. Traz arranjos exóticos - com uso de muita cítara, inclusive - entrecortados por uma psicodelia lírica antes nunca vista. A faixa título alcançou o topo das listas das mais tocadas nos dois lados do Atlântico.

Aproveite a oportunidade e baixe também Catch the Wind (1965), The Hurdy Gurdy Man (1968), Barabajagal (1969) e Open Road (1970), quatro magníficos álbuns postados por mim e pelo amigo George Ferreira (grande George!) em 2006. Basta procurar nos marcadores.

Tracklisting:

1. Sunshine Superman Donovan 3:15
2. Legend of a Girl Child Linda Donovan 6:50
3. Three King Fishers Donovan 3:16
4. Ferris Wheel Donovan 4:12
5. Bert's Blues Donovan 3:56
6. Season of the Witch Donovan 4:56
7. The Trip Donovan 4:34
8. Guinevere Donovan 3:41
9. The Fat Angel Donovan 4:11
10. Celeste Donovan 4:08

Download

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

[HQ] Red Rocket 7 - A Saga do Rock


Essa é pra quem curte, além de rock and roll, quadrinhos. A editora Devir lançou Red Rocket 7 - A saga do rock, HQ que conta a história do rock numa roupagem pop alucinada. Para se ter uma idéia, a história tem como personagens Elvis Presley e alienígenas. O próprio formato do gibi é um luxo: segue as dimensões das capas de vinil. Como não poderia deixar de ser, a capa homenageia o álbum Sgt. Pepper's dos Beatles.Bom, trata-se de uma ópera rock gráfica. Conta a origem do gênero musical, seus desdobramentos e subgêneros. Red Rocket 7, o personagem alienígena, pegou carona com Little Richards, produziu os Beatles, ensinou passos para Elvis, fumou um com Bob Dylan... Enfim, estão todos lá. O autor é Mike Allred. Ele conta, ainda, fatos obscuros, como a morte do Rolling Stone Brian Jones, o nascimento do Led Zeppelin, o glam rock do David Bowie. Só o preço é que é salgado: R$ 60. Mas vale a pena. É uma bela HQ.
Link para a página da editora Devir, com algumas imagens da HQ em preview:

domingo, 13 de janeiro de 2008

The Soft Machine - 1968/1969 - Volumes One & Two



O Soft Machine é uma daquelas bandas nada comerciais, que pouca gente ouve falar e de poucos ouvintes. Entretanto, sua música influenciou profundamente toda uma era, a segunda metade dos anos 1960. Grupo inglês de rock psicodélico com fortes influências do progressivo e do jazz rock, o Soft Machine estava no olho do furacão da chamada Canterbury Scene, movimento que inclui também o Caravan, o Gong e outras bandas ainda mais obscuras e undergrounds. Juntamente com o Pink Floyd e o Tomorrow, foi a primeira banda de rock psicodélico em todo o Reino Unido.
O Soft Machine foi formado em 1996 por Robert Wyatt (bateria, vocais), Kevin Ayers (baixo, guitarra, vocais), Daevid Allen (guitarra) e Mike Ratledge (órgão). Nos primeiros shows, também houve a participação de um guitarrista americano chamado Larry Nowlin. Allen, Wyatt e o futuro baixista Hugh Hopper tinham tocado juntos no Daevid Allen Trio e ocasionalmente eram acompanhados por Ratledge. Wyatt, Ayers e Hopper foram membros fundadores da Wilde Flowers. Eles tocavam em bares do underground londrino, como o UFO, tocaram na Holanda, Alemanha e na Riviera Francesa. Em 1967, retornando de um show na França, Allen, que é australiano, estava com o visto vencido e não pôde mais entrar no Reino Unido. A banda continuou como um trio e Allen voltou para Paris, onde fundou o Gong.
O futuro guitarrista do The Police, Andy Summers, chegou a integrar uma das formações do grupo em 1968, ano em que o Soft Machine excursionou pelos Estados Unidos abrindo os shows do The Jimi Hendrix Experience e gravou o primeiro álbum em Nova York.
O primeiro disco mistura com competência rock psicodélico e jazz rock, em boas suítes. São 13 faixas de puro experimentalismo e cheias de efeitos eletrônicos. Destaque para a faixa de abertura, "Hope for Hoppiness" e "Save Yourself", verdadeiras pérolas do talentoso compositor e guitarrista Kevin Ayers. Já o Volume Two traz faixas mais curtas e algumas "seriadas", divididas em duas partes. Elas se comunicam entre si. São "músicas para o corpo e para a mente". Gosto muito de "Pig" e "Dada was here".

Tracklisting Volume One

1. Hope for Happiness (Kevin Ayers, Brian Hopper, Michael Ratledge) – 4:21
2. Joy of a Toy (Ayers, Ratledge) – 2:49
3. Hope for Happiness (reprise) (Ayers, B. Hopper, Ratledge) – 1:38
4. Why Am I So Short? (Ayers, Hugh Hopper, Ratledge) – 1:39
5. So Boot if At All (Ayers, Ratlege, Robert Wyatt) – 7:25
6. Certain Kind (H. Hopper) – 4:11
7. Save Yourself (Wyatt) – 2:26
8. Priscilla (Ayers, Ratledge, Wyatt) – 1:03
9. Lullabye Letter (Ayers) – 4:32
10. We Did It Again (Ayers) – 3:46
11. Plus Belle Qu'une Poubelle (Ayers) – 1:03
12. Why Are We Sleeping? (Ayers, Ratledge, Wyatt) – 5:30
13. Box 25/4 Lid (Ratledge, H. Hopper) – 0:49

Formação:
Kevin Ayers - bass, vocals (on 10 & 11), backing vocals (on 7 & 9), piano (on 5)
Robert Wyatt - drums, lead vocals
Mike Ratledge - keyboards
Hugh Hopper - bass (on 13)
The Cake - backing vocals (on 12)

Tracklisting Volume Two
14. Pataphysical Introduction - part I (Robert Wyatt) - 1:01
15. A Concise British Alphabet - part I (Hugh Hopper, arr. Wyatt) - 0:10
16. Hibou Anemone and Bear (Mike Ratledge, Wyatt) - 5:59
17. Concise British Alphabet - part II (Hopper, arr. Wyatt) - 0:12
18. Hullo Der (Hopper, arr. Wyatt) - 0:54
19. Dada Was Here (Hopper, arr. Wyatt) - 3:26
20. Thank You Pierrot Lunaire (Hopper, arr. Wyatt) - 0:49
21. Have You Ever Bean Green? (Hopper, arr. Wyatt) - 1:19
22. Pataphysical Introduction - part II (Wyatt) - 0:51
23. Out of Tunes (Ratledge, Hopper, Wyatt) - 2:34
24. As Long as He Lies Perfectly Still (Ratledge, Wyatt) - 2:35
25. Dedicated to You But You Weren't Listening (Hopper) - 2:32
26. Fire Engine Passing with Bells Clanging (Ratledge) - 1:51
27. Pig (Ratledge) - 2:09
28. Orange Skin Food (Ratledge) - 1:47
29. A Door Opens and Closes (Ratledge) - 1:10
30. 10:30 Returns to the Bedroom (Ratledge, Hopper, Wyatt) - 4:13

Formação:
Brian Hopper - soprano saxophone, tenor saxophone
Hugh Hopper - bass guitar, alto saxophone
Mike Ratledge - keyboards, flute
Robert Wyatt - drums, vocals



Download